Cientificismo Ateísta

Vou falar aqui sobre um estigma que eu venho sentindo no decorrer dos últimos anos, é algo que não tenho visto sendo falado nem debatido na internet brasileira, porém sinto a necessidade de difundir esse pensamento aos demais e minha preocupação desse comportamento aliado com o crescimento do ateísmo no país apenas como mais uma forma de modismo.

Em debates na vida real e principalmente na virtual, a coisa mais fácil é encontrar ateus e crentes dos mais variados tipos, desde os mais burros e ignorantes até os mais letrados e inteligentes. Quando qualquer um desses tipos se encontram, é bem provável que falem de um dos assuntos mais batidos do mundo, que é a existência de Deus.

Só que a curiosidade do crente quanto ao posicionamento ateísta extrapola os limites das questões motivacionais da descrença. Quantas vezes já nos deparamos com crentes nos perguntando se realmente acreditamos que tudo veio de uma grande explosão ou se achamos que viemos do macaco? Mas… o que isso tem a ver com o ateísmo? Ou melhor, eu seria menos ateu caso dissesse que não faço idéia de como viemos parar aqui? Ou quer dizer que se eu tivesse vivido nos anos 30 eu não poderia ter sido ateu porque a ciência nela época nada (ou muito pouco) sabia sobre cosmologia e evolução? A resposta é óbvia, mas o ateísmo atual comporta-se como se essas coisas tivessem real relação com a descrença. A importância de se dar essas respostas, completas e inequívocas, a um crente é tanta que alguns ateus passam suas madrugadas fuçando respostas prontas na internet, alguns menos preparados têm como “fonte” qualquer blog, outros já partem para Wikipédia, outros preferem a versão em inglês (como se a linguagem fosse garantia de confiabilidade) e outros TalkOrigins e similares.

Em um fórum onde se debate ateísmo, não raro surgem ateus novatos na internet e se sentem totalmente perdidos ao apenas lerem uma discussão entre um ateu versus crente. Logo após respostas-padrão dadas pelo ateu (rato da internet e velho guerreiro militante) ao pobre crente (que acabou seu ensino médio ano passado e já leu a bíblia todinha) é bombardeado de questionamentos, sendo que a mais comum é pedir a fonte da informação e qual a edição em que foi publicada na revista super respeitada no meio científico, caso não tenha, mais uma vez é bombardeado, agora em conjunto com outros colegas deste ateu (que mais parece um cientista PhD em seu happy-hour). A qualquer hora o pobre crente, desolado por não entender bulhufas das inúmeras explicações e termos científicos, acaba por sair do fórum (em alguns ele é banido antes disso).

Mas eu não quero que se coloquem no lugar do pobre crente, muito menos desse ateu que deve ter a cara do Darth Vader. Falo daqueles ateus que não são fãs do mundo científico, caíram na real algum dia enquanto estavam no ônibus, notaram que não faz sentido acreditar em um Deus. Estes devem se sentir tão desconfortáveis nesses fóruns que alguns devem se achar medíocres, chegando a repensarem se o ateísmo deles é aquilo mesmo ou se eles deveriam tomar a pílula azul novamente e ingressar, a contra-gosto, no mundo onde o conhecimento nunca acaba, que é o da ciência.

Digo a esses (novos?) ateus para não se preocuparem com isso, o que leva você não crer que exista Deus não foi porque a ciência disse o contrário, não é seu dever (de nenhum ateu) explicar a ninguém como surgiu o universo ou a vida, a não ser que você realmente saiba e goste do assunto. Não se sinta culpado caso você não entenda bulhufas do que é entropia, densidade inicial, termodinâmica ou derivação genética. Espero que seu ateísmo seja baseado na falta de evidências das alegações fantasiosas que os outros fizeram a você. Não é necessário dar uma de ”Sr. Cientista” pra cima de nenhum crente para defender seu posicionamento.

Estou ciente de que muitos não pensam assim, acham que a ciência está intimamente ligada ao ateísmo e vice versa. Beleza, amo a diversidade de opiniões e sou feliz por saber que a diversidade de opiniões, esta sim, sempre esteve ao lado ao ateísmo.

Anúncios

Um comentário sobre “Cientificismo Ateísta

  1. Ótimo texto, Ricardo. Parabéns!

    Encontrei-o num tópico do CC, e fiz questão de deixar um comentário aqui.

    Tens toda a razão, o fato de eu não seu um cientista, de forma alguma macula meu Ateísmo. Tão pouco o invalida.

    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s