Como o Arsenal perdeu o novo Ronaldinho

Alexandre Pato

Quando o Milan assinou com Alexandre Pato na última temporada, foi uma das ofertas mais estranhas, arriscadas e interessantes da história do futebol – and how it must have made Arsenal fume.

O magricelo, angular kid com 17 anos e tinha jogado apenas 26 partidas como profissional, ainda estava custando 15 milhões de euros aos campeões europeus.

As regras do futebol italiano mencionam que como um estrangeiro adolescente, Pato não poderia jogar a Série A até que complete 18, o que deixou o brasileiro faltando na primeira metade da temporada.

Quando ele estreiou, há pouco mais de três semanas atrás, em 13 de janeiro contra o Napoli, havia enorme pressão sobre seus ombros. A equipe de Carlos Ancelotti ainda não havia ganho um campeonato entre Agosto e Dezembro, havia desastrosamente perdido o Derby de Milão (clássico Internazionale e Milan) e lutava por uma qualificação da Liga dos Campeões da Europa.

Entra Alexandre Pato. Milan vance por 5 a 2 and Pato foi inspirador, fazendo dois gols e marcando o quinto. In their eight previous home matches Milan had scored only three times. Em seus oito jogos anteriores em casa o Milan havia marcado apenas três vezes.

O atacante então marcou em uma vitória distante de Gênova mais o objetivo da vitória na Fiorentina e os elogios estavam em risco de ficar fora de controle. “Pato é seguramente melhor que Ronaldinho e o Milan não precisa fazer nenhuma viajem para Barcelona para as pessoas verem o que Pato é capaz” comentário de Ancelotti após a estréia.

“Ele é literalmente um fenômeno com incrível velocidade, um potente chute e que com a sensação de que o objetivo é apenas o topo, topo dos atacantes”.

Kaká concorda: “Ele já é um grande jogador e também possui uma forte personalidade”, diz. “Alex possui uma capacidade de drible que poucos possuem, ele também tem instinto matador sempre procurando marcar um gol”.

E no entanto, enquanto o Milan sai do Emirates Stadium amanhã a noite em suas últimas 16 partidas pela Liga dos Campeões, Pato poderia ter se aliado do Arsenal, ao invés de combatê-los.

Tendo um tumor que quase virou câncer maligno aos 10 anos, Pato foi educado em Porto Alegre, a mesma cidade de Ronaldinho, e jogou para o Internacional, onde ele logo apareceu nos radares do Arsenal.

Os dirigentes do Milan estavam tão preocupados que o Arsenal estaria tentando contratar sua jovem estrela que tomou o primeiro passo first took the drastic step of playing their youth games behind closed doors para que nenhum olheiro de Wenger, treinador do Arsenal, assistisse o jovem jogar. Eles deram ao Pato um contrato completo de profissional assim que completasse 18.

Em novembro de 2006, ele fez sua estréia e em 1m e 34s marcou o primeiro gol, deu duas assistências e chutou na trave em um 4 a 1 ganho sobre o Palmeiras. Dentro de um mês ele foi marcou na semi-final do Mundial de Clubes da FIFA e desempenhou um papel principal na derrota contra o Barcelona na final. Ele também marcou três em quatro jogos pelo Brasil, no Mundial sub-20 da FIFA no ano passado.

O velho garoto do Milan, Andriy Shevchenko disse que Pato está no ambiente perfeito. “Eu perdi muitas chances nessa idade, mas o Milan foi perfeito pra mim e isso irá apoiar o desenvolvimento de Pato porquê eles protegem seus jogadores”, disse o atacante do Chelsea.

Isso pode doer a Wenger e seus olheiros mas eles estão prestes a descobrir que o jovem Pato é muito, realmente muito especial.

Fonte: Evening Standard

Anúncios

Internacional atropela Campeão Alemão e Campeão Italiano e leva troféu de Dubai

Em sua pré-temporada no deserto de Dubai, o Internacional vence com facilidade Stuttgart (atual campeão alemão), Inter de Milão (atual campeão italiano) e conquista o troféu da Dubai Cup, leva também a invejada quantia de 1 milhão de dólares.

dubai cup 2008

Pra uma pré-temporada, tá de bom tamanho…